Liderança
Metas > Atitude
A diferença entre agir e reagir
 
Vamos refletir sobre algo que representa um dos alicerces do sucesso ou mesmo do insucesso de um empresário, líder ou empreendedor: a capacidade de agir.
De um modo geral, conduzimos nossas vidas profissionais e pessoais muito mais baseados em reações do que em ações propriamente ditas.


Isso acontece por que, em geral, nos acomodamos numa zona de conforto qualquer e preferimos garantir o que temos – ainda que seja pouco – ao invés de seguirmos em frente promovendo as mudanças necessárias.
É normal preferirmos ficar no “morninho”, porém, é muito comum não enxergamos que esta é uma postura de acomodação e assim estagnarmos nossa própria vida ou empresa, enquanto o mundo ao nosso redor e todo o Universo continua em movimento de evolução, deixando-nos para trás, hora após hora, dia após dia.

 Para as pessoas sem ambição saudável ou desprovidas do sincero desejo de realizar sonhos, a ausência de um objetivo e de um plano de ação os conduz à inércia e estes só se movem quando surge um grande desconforto que os provoca, os “entala” e só a partir daí é que decidem mudar. Ou seja, reagem.
Isso é muito comum e pode acontecer com qualquer pessoa, em qualquer área ou nível hierárquico.
É certo que é necessário saber o tempo e a intensidade de uma reação. E ainda muito melhor reagir do que se omitir!
Porem, uma sucessão de reações pode fazer com que o acaso decida o rumo de sua vida ou empresa.
Sendo assim, se nada o incomoda... nada muda. Nesta condição as mudanças só surgem quando a situação beira o insuportável.

 Um líder maduro age numa proporção bem maior do que a multidão liderada, a qual precisa de um comando, um estímulo externo ou de um grande desconforto para, em fim, reagir e mover-se.
Suas metas e seus planos o conduzem ao seu objetivo profissional e pessoal.
Diferente da maioria, a pessoa que toma a decisão de agir, o faz motivada por um forte
desejo de realizar algo.
Ao invés de ser empurrada pelas circunstâncias da vida e levada a reagir, ela assume a responsabilidade pela própria existência, criando condições para que seus desejos se materializem.

 Pessoas assim analisam, decidem, implantam e acompanham a execução de seu plano, o qual as conduzirá ou a sua empresa, ao lugar onde elas desejam chegar.
Normalmente têm uma forte veia empreendedora e um razoável equilíbrio entre seus estilos de liderança e perfis empreendedores – pontos que, devido a sua importância, abordamos intensamente no Encontro de Líderes da Prosperar Brasil.

O esforço para agir costuma ser enorme, pois decidimos sair de nossa zona de conforto sem motivo aparente e isso pode parecer muito estranho aos olhos das pessoas que nos cercam.
Quem se dispõe a pagar este preço certamente tem um alto nível de comprometimento com seus sonhos e desejos especiais, pois eles lhe dão força para persistir ao cruzar com barreiras no caminho.
Quanto mais nítidos e importantes forem seus sonhos, mais você se empenhará em agir de modo a criar condições de realizá-los.

 Sob a ótica dos estilos tradicionais de liderança – que a cada dia estão mais obsoletos – podemos dizer que o estilo Democrático frequentemente costuma reagir (ou agir para corrigir o caldo entornado), o estilo Autocrático costuma agir para prevenir ( ele realmente age, só que também costuma sufocar seus liderados) e o estilo Laissez Faire costuma procrastinar, evitando tomar qualquer decisão, deixando sua equipe à deriva e sem comando.

 Sugiro que você faça uma reflexão e identifique os verdadeiros motivos que o movem.
O que você tem feito? Tem agido na direção de seus sonhos e planos, reagido às adversidades que encontra pelo caminho ou simplesmente tem evitado tomar qualquer decisão mais complexa?
Qual situação predomina em sua vida?

 Lembre-se que a palavra líder tem origem inglesa – to lead – que quer dizer guiar, conduzir.
Portanto, estabeleça seu plano de ação, arregace as mangas e siga agindo na direção desejada.
Para que suas atitudes sejam consistentes é muito importante que você se oriente por Metas bem definidas, porém este será o tema do meu próximo artigo.
Adoro e recomendo a frase de autor desconhecido e que me acompanha desde os treze anos quando a avistei pela primeira vez:
“Ore como se tudo dependesse de Deus, mas aja como se tudo dependesse de você”.
Desejo que siga em paz e com muito sucesso.

{comments}

ACESSO

Sugerimos utilizar um e-mail particular e incluir clubegp.com.br como domínio confiável.

Para obter acesso as áreas restritas são necessárias informar seu nome do usuário e senha.

CONHECENDO COM


Fale Conosco

ClubeGP Relacionamento

Pesquisa